Hall de Entrada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por Time Turner em Dom Fev 14, 2016 11:41 pm


///  Hall de Entrada
     // Draco dormiens nunquam titillandus
O banco do mundo bruxo, é um grande prédio branco, com portas de ouro e pisos de mármore localizado no Beco Diagonal e dirigido por duendes. Com cofres localizados no subterrâneo do banco e se estendendo por quilômetros abaixo de Londres, é um dos lugares mais seguros do mundo bruxo, razão pela qual é tão confiável para os muitos bruxos que guardam seu dinheiro ou pertences valiosos em seus cofres. Com diferentes tipos de contas, os cofres de segurança mínima podem ser abertos com uma pequena chave dourada. Outros, mais importantes, só podem ser abertos por duendes que trabalham por lá e, cofres de segurança máxima, possuem dragões de segurança em suas portas.

Caso qualquer um tente invadir algum dos cofres, é sugado imediatamente para dentro dele, trancado. A cada 10 anos os duendes do banco verificam cada um dos cofres para saber se houve algum ladrão desastrado que tentou a sorte com o banco. Os cofres de segurança máxima ou de pessoas importantes, são guardados por dragões, além das portas que sugam.

// Área OFF //

Salários:// No nosso RPG os salários não possuem preço fixo, são dados de acordo a utilidade dos personagens dentro de seus postos, portanto, quanto mais ativo em seu cargo, maior o número de galeões. O salário pode ser pedido a cada mês off, para ganhar o salário deve fazer um post de no minimo sete linhas aqui, em seu fim, deve por este formulário preenchido em spoiler:

Código:
<b>Nome de personagem:</b> (Autoexplicativo)</br><b>Cargo:</b> (O seu posto)</br></br><b>Link(s) trablhando:</b> (Deve ter pelo menos um)

Alunos:// Os alunos tem direito a 500 galeões para fazerem suas compras. Para receber esta quantia, deve postar neste tópico como se estivesse o retirando de um cofre da sua família. Lembre-se de deixar uma aviso que fez a retirada.

Transferência:// Para transferir uma quantia de seus bolsos para outra pessoa faça um post descrevendo essa transferência, lembre-se que seria atendido por duendes e tudo que viu nos livros. Coloque em spoiler para quem deve ser dado o dinheiro e a quantia.


<
avatar
Mensagens : 279
Data de inscrição : 12/02/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Harry Köhler Bjørhovde em Dom Fev 21, 2016 6:38 pm
We were born to be free


i'm not just waiting
i’m walking to find you
É uma dança, uma dança nunca ninguém de ensiná-lo. Uma dança que se conhece desde que ele viu pela primeira vez meu reflexo nos olhos do seu pai. A dança que tinha conhecimento, perfeita para seu corpo, uma dança que não podia se esquecer de como a fazer.

Chegou ao Beco Diagonal por volta das sete da manhã, era um dia comum em Londres, o verão estava mostrando que tinha apenas chegado. O Sol queimava sua cabeça, a falta de nuvens que causava isto, mas nada poderia deixar seu dia ruim. Seria o primeiro contato com o mundo bruxo.

Atravessando os imensos portões do Gringotes, Harry sentiu-se intimidado pela tamanha grandeza do local, havia belos lustres decorativos e colunas incríveis, os únicos artifícios que não demonstravam beleza eram os duendes, homenzinhos pequenos de faces rabugentas que atendiam com desgosto os vistantes, sabia deles graças a um exemplar sobre história da magia que ganhou. O chão de mármore branco refletia a encantadora beleza dos teto, era extremamente iluminado pelas luzes do exterior.
Hesitante ele se aproximou de um duende, o mesmo olho o garoto de cabeça aos pés, como se estivesse realmente o analisando por um breve momento, isto o fez sentir-se como um criminoso entrando em Azkaban. – Olá, boa tarde... – Nenhuma reação veio da criatura, além da mesma levantar suas sobrancelhas para analisar o garoto esperando o desejo dele. – Vir fazer uma retirada de 500 galeões... – Antes de ter sua frase terminada o garoto foi dispensado, recebendo do duende um enorme saco de couro onde possuía uma quantidade de oitocentos galeões, o fazendo sair do prédio para procurar a Floreio e Borrrões

Retirada:
+ G$ 500,00
- G$ 000,00

Total: + G$ 500,00


[OFF - Harry Köhler Bjørhovde não esta mais aqui]
I 'Cause, you know, I love the players
(c)


// TRANSFERÊNCIA EFETUADA //


"You were talking deep like it was mad love to you, why I got you on my mind."
<
avatar
Mensagens : 27
Data de inscrição : 19/02/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Arandora Loreal M'amour em Seg Fev 22, 2016 2:22 am

Cause i'm only a crack...

In this Castle Of Glass.

Em nenhum momento sua mente parou de repetir as palavras da sua última redação, a grande ideia dos professores de Hogwarts em encher os alunos com grandes páginas de deveres era algo que deixava Arandora totalmente alucinada e com a cabeça cheia. As férias tinham sido corridas, tudo passou mais rápido do que esperava. Porém ainda não tinha acabado, possuía mais ou menos um mês livre para se divertir.

Entrou no banco, buscou o local onde deveria ir e caminhou em direção ao ultimo balcão, nunca se acostumara com aquele lugar, era estranhamente grandioso, além do mais, havia milhares de duendes que ponham medo na menina. Engolindo em seco, ela se aproximou de um dos balcões onde disse seu nome e o motivo de estar ali.

Pegou a chave e o saquinho de galeões, então agradeceu ao duende com um breve movimento de cabeça antes de se retirar do local.

[OFF - Arandora Loreal M'amour SAIU DESTE LOCAL]


COMPRAS FEITAS

Retirados 500 galeões para fazer minhas compras de Hogwarts.







// TRANSFERÊNCIA EFETUADA //
<
avatar
Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/02/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Alexa Bahr Aichelburg em Seg Fev 22, 2016 4:10 am

JUST A LITTLE GIRL.
IN A FUCKING BAD WORLD.
T
Caminhar pelas ruas do Beco Diagonal era sempre uma experiência única. O centro comercial bruxo detinha uma grande variedade de comerciantes e compradores, logo, a cada vez caminhava pelas ruas de paralelepípedos, era como se nunca tivesse realmente pisado ali. No entanto, não estava interessada em observar quantos dos bruxos altos poderiam ser meio-gigantes, ou quantas bruxas eram mais propensas a sequestrar criancinhas para algum tipo de ritual de magia arcaica.

Alexa era guiada em direção ao maior e mais imponente edifício que vira em sua curta vida, um lugar no qual nunca entrara, mas no qual pretendia permanecer o mínimo de tempo possível, muito embora – percebera assim que adentrara o prédio – a arquitetura lhe fosse agradável aos olhos e o ambiente exalasse um ar de mistério que a instigava.

Não se demorou, seguindo a orientação que a mãe lhe dera. Sucinta, direcionou-se ao balcão e solicitou a quantia necessária junto às irmãs, entregando a chave do cofre, junto a uma autorização timbrada com o selo da família, para a retirada da quantia necessária para que Alexa e as irmãs pudessem efetivar as compras. Alguns minutos foram gastos até que o duende finalmente trouxesse o valor solicitado. Alexa guardou sua parte na mochila que carregava e, rapidamente, seguiu para fora do banco.


Operação efetuada:
Retirada do valor de G$ 500,00 (quinhentos galeões) do cofre da família Bahr-Aichelburg.


[OFF – Alexa Bahr Aichelburg SAIU DO LOCAL]



// TRANSFERÊNCIA EFETUADA //


Alexa Bahr Aichelburg.

<
avatar
Mensagens : 11
Data de inscrição : 21/02/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Benjamin Charlie Breuchme em Ter Fev 23, 2016 8:38 pm
the story of us

13 • hufflepuff • hogwarts • kiss me • meio-veela

798 dia. 16 de Junho.

Mais uma vez lá estava eu, arrevessando as portas do Gringotes em busca de dinheiro. Mas desta vez estava diferente, os duendes que antes pareciam rabugentos estavam ainda mais rabugentos, o local estava ainda mais belo, de forma que nunca tinha visto antes, era como se algo tivesse mudado naquela estrutura belíssima.

Adentrei no banco e me dirigi a um duende de aspeto nado simpático, era uma das poucas disponíveis no local.

Olá, boa tarde. – Ele não me retribuiu. – Gostaria tirar 500 galeões do cofre de minha família, aqui a chave.

Agradeci e sai pelas portas do hall de entrada enquanto tirava do bolso da veste a lista de materiais do 3º ano.
thanks

[OFF]
[OFF - Retirei 500 galeões para as compras]

// TRANSFERÊNCIA EFETUADA //


I'm starting to think one day I'll tell
the story of us


P.S: Quem souber quem fez essa sign me avisar.
<
avatar
Mensagens : 10
Data de inscrição : 20/02/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Uriel Hertz Broodmen em Ter Fev 23, 2016 10:23 pm




what you actin' shy for?

liggen niet oorzaak id geven alles wat ik nog heb om te laten zien wat ik in de adem hebben gevoeld, adem uit. Emily moest de Luchtmacht in haar vernauwde longen als ze stond voor een vloer lengte spiegel, corseted in kant, pailletten, en golvende witte ruches. een trouwjurk. Een rots van de grootte van texas op haar linker ringvinger. uitnodigingen, bruidsmeisjes ze niet wist, dure betrokkenheid diners compleet met de kaviaar zou ze nooit eten. huwelijk. Emily ging trouwen.



Entrei pelas portas do Banco Gringotes, o local era um dos mais luxuosos que já pisei, mas a única coisa que estragava era aqueles duendes assustadoras que ficavam encarando-me, porém ignorei , estavacompletamente encantando com a grandiosidade do local.

Fui em direção ao enorme balcão, um duende atrás do balcão estava anotando alguma coisa, fazendo-me esperar, bufei de raiva, então ele logo olhou para mim.

-Oi, eu preciso fazer uma retirada de 500 galeões deste cofre- disse para o duende que estava atrás do balcão e entreguei a chave que abria o cofre.
-Espere apenas um momento– o duende se afastou com a chave em mãos.
Minutos depois eu já estava fora do banco com o meu dinheiro para então dar início ás compras.

[OFF]
[OFF² Eu fiz uma retirada de 500 galeões]

notes: bad day music: shoots tagged: #peoples


THANK YOU SECRET!


// TRANSFERÊNCIA EFETUADA //


Living in the garden of evil
Uriel Hertz Broodmen

<
avatar
Mensagens : 5
Data de inscrição : 22/02/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Lillith Startand Corvolew em Sex Fev 26, 2016 8:08 pm


Give me my money ...

-Ei Lilly, você está realmente pronta para isso garota? -Meus olhos miravam o espelho enquanto conversava com o próprio reflexo, um sorriso torto se formos nos lábios e um leve suspiro escapou pelos mesmo enquanto os dedos, em um ato automático, trabalhavam em tentar prender os cabelos em um coque no topo da cabeça -Sim, eu estou pronta! Esperei por isso minha vida toda basicamente.

Meus pés pareciam ter vida própria, em um giro rápido já estava de costas para o velho espelho e em poucas passadas havia ido de encontro com a porta do quarto, mamãe já me esperava, seus cabelos negros tinham um brilho que me encantava e aquele sorriso do composto dos lábios vermelhos carnudos e os dentes branquinhos eram fascinante para qualquer um... Não é atoa que papai acabou se apaixonando por ela há alguns anos atrás. De forma cuidadosa, mamãe me "puxou" para fora do quarto enquanto me preocupava em cantarolar uma cantiga qualquer, as mãos dela não saiam do meus ombros no momento em que andávamos pela casa rumando a porta da frente, talvez para me agradar, a mulher se colocou a cantar também e assim me tirando um sorriso verdadeiro

[...]

- Lillith, vou lhe deixar no beco e ir resolver algumas coisas ok? - Mamãe me olhava nos olhos daquela maneira que sempre me encarava quando queria que eu prestasse bastante atenção -Vai ficar bem sozinha querida?
-Não se preocupe mãe, eu vou me virar e sei me cuidar, afinal...Eu vou para Hogwarts!- O riso de mamãe se fez enquanto a mesma prendia uma mecha de meu cabelo que havia se soltado do coque atrás da orelha, dei-lhe um beijo rápido e ela logo se afastou me deixando só na entrada do famoso banco dos bruxos.

Como já se era de esperar, o banco era um lugar de puro luxo, meus olhos vasculhava cada canto daquele espaço deixando que acabasse me encantando com tudo aquilo, os detalhes são de deixar qualquer um bobo...A menos que você foque nos duendes. Ah, eles não parecem ser criaturas muito amigáveis.
Caminhei até o balcão mais próximo, o duende parecia ocupado de mais para "perder" seu precioso tempo comigo, ele parecia estar assinando alguns documentos quando seus olhos se ergueram sobre os óculos no momento em que meu tênis acabou deslizando no chão fazendo um breve ruído. Senti meu rosto corar -Ah...Bem, eu gostaria de fazer uma retirada de 500 galeões da família Corvolew - Me esforcei em tentar fazer um sorriso natural no momento em que entreguei a pequena chave dourado ao duende de aparência carrancuda.
Ele se ergueu, desceu alguns degraus fazendo assim com que pudesse ver sua estatura completa, contive o riso enquanto a criaturinha se afastava e adentrava por uma passagem que acabava supondo que daria aos cofres. Me apoiei no balcão por um tempo enquanto esperava pelo duende, meus olhos se mantinham fixos no chão enquanto minha mente voava para longe, talvez,  estivesse passeando pelos corredores de Hogwarts daqui alguns dias nesse mesmo horário...Fui despertada do breve devaneio quando o duende voltou depositando a chave e uma pequena sacola de moedas no balcão. Me forcei a dar um sorriso novamente no instante em que peguei tanto a chave quanto a sacolinha e as enfiei na bolsa, um suspiro escapou pelos meus lábios e então caminhei em direção a saída do banco.


Retirada:
500 Galeões para compra de materiais.
[OFF - Lillith Startand Corvolew não esta mais aqui]

Open up my eyes and tell me who I am
Let me in on all your secrets


Simplesmente deixe que eu te mostre a história que trago em mim...


<
avatar
Mensagens : 6
Data de inscrição : 25/02/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por M. Abby Berhart em Sex Fev 26, 2016 8:37 pm

Galleons for a beautiful broom
Aquela manhã seria um dia memorável. Tomei um banho demorado, foi bastante aliviante, fantasiava meus primeiros dias em Hogwarts enquanto me limpava, imaginando como seria os primeiros momentos e quem eu conheceria por lá, mesmo que tudo aquilo fosse apenas imaginação me servia o bastante para suportar aqueles dias desgastantes. Estava agitada ao ponto de meu corpo estar sempre distraído com algo. Nunca esperei tanto por algo como eu desejava estar em Hogwarts. Ao terminar de lavar meu cabelo, pôs uma roupa simples, nada muito grosso, o clima lá fora estava quente.

Meu pai me levou até o Caldeirão Furado, uma hospedaria situada entre uma livraria e uma loja de discos, ele era um professor trouxa, mas nem por isso deixava de conhecer muitos bruxos. Ao encontrar com um velho amigo ele me deu liberdade para continuar sozinha, estava animada demais para ficar ouvindo sobre política. — Estarei de volta antes que possa dizer barbatana de sereiano. — O falei, esboçando confiança em meu olhar.
Estou a confiar em vós, entende-me? Nada de estar por ai a causar discórdia. — Fiquei feliz em ver me meu pai não tinha dúvidas que eu me sairia bem em fazer as compras sozinha, até mesmo porque em Hogwarts eu não teria mais a ajuda dele.
O caminho para o beco não era um segredo para mim, nos fundos do bar, no quintal, localiza-se a passagem secreta para o Beco Diagonal, lá encontrei um bruxo batendo com a varinha nos tijolos da parede por cima da lata de lixo, no terceiro tijolo para cima, segundo para o lado. Então o muro se abriu, eu o segui indo para dentro do meu local favorito em todo o mundo.

Avistei uma longa rua cheia por milhares de bruxos, onde se concentram as mais diversas lojas. Não demorou muito para que eu encontrasse meu primeiro destino. Um grande prédio branco, com monumentais portas de ouro.
Meus passos ecoaram pelo salão, andei furtivamente entre os balcões, eu não tinha a atenção daqueles olhares assustadores que os duendes lançavam, a sua maioria estava ocupada atendendo outras pessoas que tinham vindo pelo mesmo motivo que eu.

Eu me aproximei do balção, fui sensata em esperar o duende questionar o porquê de eu estar ali, ele parecia altamente ocupado com uma papelada qualquer. No entanto, meu tempo o esperando se prolongou demais, fazendo com que fosse obrigada a o chamar atenção.  — Se-senhor... Sen-senhor... — A criatura levantou o seu olhar para mim, fez um sinal para que eu continuasse a falar. O entreguei uma chave dourada e lhe disse: — Eu vim retirar 500 galeões deste cofre, agradeço se pudesse fazer esta retirada para mim.
Não foi uma retirada demorada, o duende voltou com os galeões antes que eu pudesse notar para onde ele tinha ido. Como o esperado, agradeci, então fui iniciar minhas compras.

[OFF — A M. Abby Berhart não se encontra mais aqui]
[OFF² — Foi retirado $G 500 para as compras.]


just so I can see you



BEAUTIFUL GIRL
MARY ABBY
The gleam in your eyes is so familiar, a gleam. And I know it's true that visions are seldom all they seem. But if I know you, I know what you'll do, You'll love me at once, The way you did once upon a dream.
<
avatar
Mensagens : 12
Data de inscrição : 25/02/2016
M. Abby BerhartHufflepuff

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Charlotte Bahr Aichelburg em Sab Fev 27, 2016 9:18 pm
take
the beauty song of immortality
sly • pure-blood • credits

— Pelo amor de Hades! Onde estão meus óculos? — Bravejou Cassandra Barh Aichelburg, as mãos punham-se nas laterais da cintura e em seu rosto havia um misto de nervosismo e inquietude.
O traje, que porventura deslizava pelos traços curvílineos de seu corpo, era de teor formal; a blusa num tecido que tenuemente cobria-lhe a nudez do corpo.  As madeixas, presas num coque meticulosamente bem feito, detinha da mesma cor clara que as filhas compartilhavam.   Quanto aos olhos de Cassandra, encaravam-nas em suplica para que viessem a seu auxilio.
Charlotte dera um riso e, com o dedo apontado em riste, mostrou a localidade do óculos:
— Está em sua mão. — Proferira em altivez. — Agora podemos ir fazer as compras, mulher? Ouvi dizer que os alunos que não tiverem os materiais completos, perdem pontos para sua Casa.
— Em primeiro lugar, é “mãe” para você. — Cassandra dera-lhe um leve empurrão em direção a chaminé. — Agora vamos.  Cada uma pegue o pó de flu e gritem Beco da Diagonal…
— Já sabemos. — Interrompera-lhe Anastasyia, não sem antes as órbitas oculares revirarem-se para cima.  
Alexa condescendera à informação num leve assentir com a cabeça e Charlotte retringiu-se a um dar de ombros, indiferente.   A mãe resmungou algo ininteligível — “mini-pragas crescidas” — e dera espaço para a primeira garota passar.
Não tardou muito até que as chamas crepitassem e as quatro estivessem no Beco da Diagonal, para, em iminência, efetuarem todas as compras exigidas pela instituição acadêmica dos bruxos.
A famosa Hogwarts.
                                                                 
 […]
— Eles não não basiliscos, Charlotte, não matam com um olhar, nem mesmo perto disto. — Proferia Cassandra em eloquência, visivelmente a oprimir a sua vontade de revirar os olhos.  Todavia, que repudiava quando as meninas o faziam e não queria dá-las motivo para que continuassem neste ato “horrendo a polidez”, como costumava vociferar. — E já falei para que não continue a ler o Pasquim! Só há asneiras, tente ler o Profeta Diário, é mais produtivo do que essas mentiras que duendes matam com o olhar.
Em seguida, Cassandra dera um beijo maternal na testa das três e aparatou, deixando-as solitárias em frente a edificação bruxa mais estranha que Charlotte já vira.  A mais jovem das Barh Aichelburg, engolira a seco e adentrara, notando o contraste do piso de afora para o de mármore polido do Gringotes.  
Os movimentos dos duendes eram ritmados, a atenção centrada na atual tarefa.  O nariz de Charlotte franzira-se a medida que adentrava, em notório desgosto por seres tão apáticos.   Ela caminhara em languidez ao lado das irmãs e, sem tardar, proferira a quantidade de galeões que gostaria de retirar do cofre dos Barh Aichelburg.
Assim que o dinheiro punha-se em suas mãos, retirou-se dali.

[OFF – Retirada de 500 galeões]
[OFF- Charlotte Barh Aichelburg não está mais aqui]


Dear Diary
I fear the darkness these come to light, but at the same time expect that to happen. Because the time is coming, the time of death
Credits
<
avatar
Mensagens : 12
Data de inscrição : 20/02/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Robert S. Winchester em Seg Fev 29, 2016 3:59 pm


Gringotes

A tarde estava mais entediante que o normal, com tanto tempo livre era de se esperar que o tempo se arrastasse no lugar de passar. Embora fosse engraçado ver tantas pessoas caminhando alegremente pelas ruas e vielas, para mim era como se as ruas estivessem inabitadas naquele momento, acabei adentrando em uma viela que levava até a rua principal do beco, embora lá fosse um local longe de ser chamado de calmo, na maioria das vezes pelo menos, e estava ainda mais movimentada àquela hora, eu realmente precisava vagar por entre as lojas afim de comprar os poucos materiais que faltavam para ir para Hogwarts.
Ventava um pouco quando alcancei a rua principal do Beco Diagonal, respirei fundo, ela estava ainda mais cheia do que eu gostaria que estivesse, de modo que era praticamente impossível andar por ela sem esbarrar em alguém, respirei fundo, como algo tão simples tornara-se tão ridiculamente enfadonho era algo que eu realmente gostaria de saber, encarei a rua e comecei a caminhar em direção ao Gringotes.
Me aproximei do grandioso edifício de mármore branco, logo na entrada, bem ao lado da porta de bronze, avistei um duende, que fica de guarda, respirei fundo e entrei no local, simplesmente nunca fora fãs de duendes, sempre os achara arrogantes.
No saguão de entrada notei um enorme balcão, com dezenas de duendes espalhados atrás dele, fiquei maravilhado com o tamanho do local por dentro, uma vez que por fora não demonstrava um terço do tamanho interno.
Me aproximei de um dos balcões, o duende ali presente pigarreou e resmungou um “O que deseja?” sem sequer desviar a atenção de suas anotações. O encarei, depois dei de ombros.
- Vim fazer a retirada de quinhentos galeões do cofre dos Winchester!
O duende me encarou, rapidamente retirei a chave do cofre das vestes, o Duende pegou e analisou a chave, analisando-me por algum tempo antes de se afastar do balcão e retornar pouco depois com o dinheiro. Assim que peguei o saco com os galeões voltei para as ruas do Beco Diagonal.

Off:


Retirada de 500 Galeões do Gringotes.

Deixo o Local



Legenda

Narração § § § Robert

<
avatar
Mensagens : 10
Data de inscrição : 26/02/2016
Localização : Nenhum lugar em particular

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado
<
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum